HD World Junior começa com três vitórias brasileiras na Praia da Joaquina

[ 0 ] October 29, 2013 |

Confirmando as previsões, a terça-feira amanheceu sem vento sul e com altas ondas de 4-6 pés na Praia da Joaquina para abrir o Devassa apresenta HD World Junior Championship em Florianópolis. Devido às difíceis condições do mar, a comissão técnica escolheu iniciar o evento que decide os títulos mundiais da ASP na categoria Pro Junior pelo masculino. Entre os brasileiros, os paulistas Gabriel Medina e Jessé Mendes e o catarinense João Paulo Abreu, foram os únicos que estrearam com vitórias e passaram direto para a terceira fase. Os outros dez vão ter que encarar a repescagem, que começa as 7h00 da quarta-feira na Ilha de Santa Catarina.

“O mar está difícil e no começo fiquei sem pegar ondas, mas depois consegui tirar duas notas na casa dos 7 pontos e foi bom ter passado direto, porque é uma bateria a menos pra disputar e dá pra descansar um pouco mais”, falou Gabriel Medina, um dos participantes do HD World Junior que estava em Portugal disputando uma etapa do ASP Prime encerrada no sábado. “Eu quis correr este campeonato porque é um título que eu não tenho ainda, então vou dar meu máximo pra conseguir isso aqui. Eu tenho boas memórias aqui de Santa Catarina, já ganhei campeonato em Imbituba, na Praia Mole aqui em Floripa e até na Joaquina também nos tempos de amador, então gosto muito de competir aqui”.

Gabriel Medina estreou com vitória na Praia da Joaquina (Foto: Daniel Smorigo / ASP)

Gabriel Medina estreou com vitória na Praia da Joaquina (Foto: Daniel Smorigo / ASP)

Medina é o único top do WCT que está competindo no HD World Junior Championship apresentado pela Devassa em Florianópolis. Ele derrotou o japonês Hiroto Arai e o italiano Leonardo Fioravanti por exatos 15 pontos com as notas 7,67 e 7,33 que recebeu em suas duas melhores ondas surfadas na décima bateria do dia. Já a primeira vitória brasileira foi conquistada por outro paulista, Jessé Mendes, que totalizou 15,10 pontos com notas 7,93 e 7,17 para superar o paraibano Samuel Igo e o havaiano Joshua Moniz.

“Foi o maior sufoco pra chegar aqui e ainda bem que comecei a bateria logo com uma onda boa. Na verdade, cheguei agora de Portugal, desembarquei no Aeroporto aqui de Florianópolis às 8h10, já estava quase metade da primeira bateria e quando cheguei aqui já tava na terceira e a minha seria a próxima”, contou Jessé Mendes. “Eu só queria pegar uma onda pra ver como estava minha prancha. Minha bagagem não chegou e surfei com uma que fazia muito tempo que eu não usava, mas acabou dando tudo certo. Essa é minha última chance de disputar o Pro Junior, entrei aos 48 do segundo tempo e vamos ver o que está reservado para mim aqui”.

Português Vasco Ribeiro foi o recordista absoluto do primeiro dia (Foto: Daniel Smorigo / ASP)

Português Vasco Ribeiro foi o recordista absoluto do primeiro dia (Foto: Daniel Smorigo / ASP)

MELHORES DO DIA – Apenas quatro surfistas conseguiram somar mais pontos que Gabriel Medina e Jessé Mendes na primeira fase do HD World Junior Championship. O havaiano Keanu Asing e o sul-africano Slade Prestwich totalizaram 15,70 pontos e o costaricense Carlos Muñoz, semifinalista do ASP Prime no sábado em Portugal, estreou com 16,70. No entanto, ninguém superou o português Vasco Ribeiro, que na primeira bateria do dia fez os recordes do campeonato, atingindo 17 pontos na melhor apresentação da terça-feira nas ondas da Praia da Joaquina.

“É muito bom começar um campeonato com altas ondas e estou feliz porque consegui achar duas boas para tirar notas 9 e 8 e vencer a bateria”, disse o português Vasco Ribeiro. “Essa é minha segunda vez aqui no Brasil. Dois anos atrás competi na etapa do Mundial Pro Junior no Rio de Janeiro, gostei bastante, mas aqui na Joaquina achei melhor ainda do que no Arpoador. As ondas estão mais fortes, o lugar é lindo, as pessoas muito receptivas, então estou adorando tudo, principalmente depois de começar o campeonato vencendo minha primeira bateria”.

O português conseguiu uma boa leitura das ondas na Praia da Joaquina e usou a força nas manobras para arrancar notas 9 e 8 dos juízes na vitória sobre o japonês Kan Watanabe e o taitiano Vehiatua Prunier, que foram os primeiros a serem mandados para a repescagem. Já o segundo confronto do dia foi vencido pelo atual campeão australiano Pro Junior, Jake Sylvester, que é apontado como um dos favoritos ao título do HD World Junior Championship apresentado pela Devassa. Ele superou o indonesiano Oney Anwar e outro japonês, Reo Inaba.

“As ondas mudaram bastante em relação aos outros dias e bom que o campeonato começou em boas condições”, falou Jake Sylvester. “Até que enfim o vento diminuiu, porque nos últimos dias estava muito forte e impossível de surfar. Agora tem boas esquerdas com boas paredes pra você fazer as manobras, mas o mar ainda está um pouco balançado. Eu acabei caindo na finalização das ondas, mas consegui achar uma boa que me garantiu a classificação direta pra terceira fase. Espero que as ondas continuem assim, fortes e com tamanho, nos próximos dias”.

Outro forte candidato ao troféu de melhor surfista do mundo com até 21 anos de idade é o havaiano Keanu Asing. Ele já tem vitória em etapas do ASP World Star no currículo e estreou no HD World Junior Championship computando notas 8,70 e 7,00 para derrotar o vencedor da triagem no sábado, o cearense Michael Rodrigues, além do australiano Daniel Glenn. O brasileiro chegou a liderar a bateria com as notas 6,00 e 7,27 das primeiras ondas que surfou, mas não conseguiu trocar o 6,00 por 8,44 pontos para superar o havaiano.

“Temos boas ondas e lá dentro estão até maiores do que parece aqui de fora”, destacou Keanu Asing. “Eu surfei aqui ontem (segunda-feira) à tarde, mas hoje está bem diferente, então fomos abençoados com estas ondas que estão quebrando hoje aqui. Eu sabia que precisava de uma onda com duas manobras fortes pra passar a bateria, consegui manter o foco para escolher as ondas certas e estou feliz por ter conquistado o resultado que eu queria, que era vencer”.

DE PORTUGAL PRA FLORIPA – Quem também se destacou no primeiro dia foi o único surfista da Costa Rica, Carlos Muñoz, que no sábado foi semifinalista do ASP Prime de Cascais, em Portugal. O costaricense surfou três ondas excelentes para fazer o segundo maior placar do dia – 16,70 pontos. Ele acabou descartando a nota 7,0 da sua primeira onda boa e somando a 8,0 e a 8,7 das duas seguintes que surfou para aplicar uma “combination” (quando os adversários ficam precisando de mais de 10 pontos para vencer) sobre o carioca Lucas Silveira e o australiano Mitchell Parkinson, sobrinho do atual campeão mundial Joel Parkinson.

“O mar está difícil, mas estou muito feliz por ter achado algumas boas para vencer e assim descansar um pouco da viagem, pois vim direto de Portugal pra cá”, contou Carlos Muñoz. “O Brasil é alucinante, as pessoas são demais e me sinto em casa aqui. Eu venho de um resultado muito bom em Portugal e quero aproveitar esse momento para conseguir outro bom resultado aqui. Meu último campeonato foi incrível lá em Portugal, o meu sonho é entrar pro WCT e sinto que isto pode acontecer ainda este ano. Mas, certamente estou aqui também para tentar um título que seria inédito para o meu país, a Costa Rica”.

O HD World Junior Championship 2013 é apresentado pela Devassa e distribui uma premiação total de 130 mil dólares nas duas categorias. O evento homologado pela Association of Surfing Professionals (ASP) é uma realização da Federação Catarinense de Surf (FECASURF) e da Associação de Surf da Joaquina (ASJ), com patrocínio da marca de surfwear HD, Ecco Energy, Cup Noodles e apoio do FUNDESPORTE do Governo do Estado de Santa Catarina e da Prefeitura Municipal de Florianópolis, através da Secretaria Municipal de Turismo, com divulgação oficial pela Rede Atlântida, Revista Fluir e Site Waves.

O evento está sendo transmitido ao vivo pela internet e o link pode ser acessado clicando-se no banner na capa do www.aspsouthamerica.com e a galeria de fotos pelo www.facebook.com/fecasurf

———————————————————————————-

João Carvalho – Assessoria de Imprensa da ASP South America – jcarvalho@aspworldtour.com

———————————————————————————-

PRIMEIRA FASE MASCULINA DO HD WORLD JUNIOR – 1.o=Terceira Fase / 2.o e 3.o=Repescagem:

1.a: 1-Vasco Ribeiro (PRT)=17.00, 2-Kan Watanabe (JPN)=8.04, 3-Vehiatua Prunier (TAH)=4.70

2.a: 1-Jake Sylvester (AUS)=9.40, 2-Reo Inaba (JPN)=8.17, 3-Oney Anwar (IDN)=7.06

3.a: 1-Keanu Asing (HAV)=15.70, 2-Michael Rodrigues (BRA)=13.27, 3-Daniel Glenn (AUS)=5.73

4.a: 1-Jessé Mendes (BRA)=15.10, 2-Samuel Igo (BRA)=10.50, 3-Joshua Moniz (HAV)=4.97

5.a: 1-Matt Banting (AUS)=14.74, 2-Caio Ibelli (BRA)=9.50, 3-Ian Crane (EUA)=4.37

6.a: 1-Carlos Muñoz (CRI)=16.70, 2-Mitchel Parkinson (AUS)=10.83, 3-Lucas Silveira (BRA)=8.93

7.a: 1-Takumi Nakamura (JPN)=13.56, 2-Victor Bernardo (BRA)=10.74, 3-Diran Zakarian (AFR)=8.34

8.a: 1-Kanoa Igarashi (JPN)=14.94, 2-Ramzi Boukhiam (MAR)=13.20, 3-Tales Araujo (BRA)=12.36

9.a: 1-João Paulo Abreu (BRA)=10.37, 2-Rafael Teixeira (BRA)=9.53, 3-Jorgan Couzinet (REU)=6.03

10: 1-Gabriel Medina (BRA)=15.00, 2-Hiroto Arai (JPN)=10.00, 3-Leonardo Fioravanti (ITA)=9.83

11: 1-Cam Richards (EUA)=10.73, 2-Luan Wood (BRA)=9.53, 3-Dylan Lightfoot (AFR)=9.50

12: 1-Hiroto Ohhara (JPN)=10.57, 2-Juninho Urcia (PER)=7.83, 3-Steven Sawyer (AFR)=7.16

13: 1-Seth Moniz (HAV)=11.30, 2-Jake Halstead (EUA)=11.20, 3-David Van Zyl (AFR)=8.87

14: 1-Michael February (AFR)=13.33, 2-Enrique Ariitu (TAH)=9.40, 3-Jack Duggan (AUS)=6.27

15: 1-Nomme Mignot (FRA)=12.33, 2-Matheus Navarro (BRA)=9.90, 3-Igor Moraes (BRA)=7.44

16: 1-Slade Prestwich (AFR)=15.70, 2-Tom Cloarec (FRA)=8.93, 3-Arashi Kato (JPN)=7.50

REPESCAGEM DA PRIMEIRA FASE – Vitória=Terceira Fase / Derrota=33.o lugar – US$ 900 e 500 pontos:

1.a: Ramzi Boukhiam (MAR) x Tales Araujo (BRA)

2.a: Caio Ibelli (BRA) x Jorgan Couzinet (REU)

3.a: Oney Anwar (IDN) x Leonardo Fioravanti (ITA)

4.a: Dylan Lightfoot (AFR) x Diran Zakarian (AFR)

5.a: David Van Zyl (AFR) x Mitchell Parkinson (AUS)

6.a: Matheus Navarro (BRA) x Samuel Igo (BRA)

7.a: Arashi Kato (JPN) x Daniel Glenn (EUA)

8.a: Rafael Teixeira (BRA) x Vehiatua Prunier (TAH)

9.a: Hiroto Arai (JPN) x Luan Wood (BRA)

10: Lucas Silveira (BRA) x Juninho Urcia (PER)

11: Ian Crane (EUA) x Jack Duggan (AUS)

12: Joshua Moniz (HAV) x Victor Bernardo (BRA)

13: Michael Rodrigues (BRA) x Tom Cloarec (FRA)

14: Reo Inaba (JPN) x Igor Moraes (BRA)

15: Kan Watanabe (JPN) x Enrique Ariitu (TAH)

16: Steven Sawyer (ZAF) x Jake Halstead (EUA)

PRIMEIRA FASE FEMININA DO HD WORLD JUNIOR – 1.a e 2.a=Terceira Fase / 3.a=Repescagem:

1.a: Frankie Harrer (EUA), Reika Noro (JPN), Melanie Giunta (PER)

2.a: Tatiana Weston-Webb (HAV), Chelsea Tuach (EUA), Minato Takahashi (JPN)

3.a: Bianca Buitendag (AFR), Miluska Tello (PER), Lucia Cosoleto (ARG)

4.a: Mahina Maeda (HAV), Carol Fernandes (BRA), Marina Rezende (BRA)

5.a: Joanne Defay (FRA), Ella Williams (NZL), Emma Smith (AFR)

6.a: Stephanie Single (AUS), Leticia Canales Bilbao (ESP), Dax McGill (HAV)

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Category: ASP Junior Notícias, Todas ASP Notícias

Comments are closed.

RSS Feed ASP on Facebook ASP on Twitter ASP on Myspace ASP on Youtube
Ranking
Calendário
Surfistas
Sobre ASP
Regions
Sul Americano Masculino
Sul Americano Feminino
Junior Masculino
Junior Feminino
Longboard Masculino
Sul Americano Masculino
Sul Americano Feminino
Junior Masculino
Junior Feminino
Longboard Masculino
Longboard Feminino
ASP World Tour
Star Masculino
Star Feminino
Junior Masculino
Junior Feminino
Longboard Masculino
Longboard Feminino
ASP História
ASP Member System
Perguntas Freqüentes
ASP Rule Book
Patrocínio
Contatos
ASP International
ASP North America
ASP Australasia
ASP Europe
ASP South America
ASP Africa
ASP Japan
© ASP South America 2014. All rights reserved.
Hosting by Media Temple